Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Alemanha e China mantêm apoio ao acordo nuclear

Merkel de visita à China
Merkel de visita à China
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Alemanha e a China reiteraram o compromisso para com o acordo nuclear com o Irão. O anúncio surge no primeiro dia da deslocação da chanceler alemã Angela Merkel à China. Merkel foi recebida pelo primeiro-ministro chinês Li Keqiang.

"Acreditamos que é melhor manter este acordo"

Angela Merkel Chanceler alemã

"Estamos unidos pela atitude segundo a qual não vamos questionar este acordo. A negociação deste acordo deu muito trabalho. Também não é perfeito. Mas em qualquer caso, temos que nos interrogar sobre as alternativas. E as alternativas são ainda mais incertas. É por isso que acreditamos que é melhor manter este acordo", disse a chanceler alemã.

Na quarta-feira, o líder iraniano, Aiatola Ali Khamenei, anunciou uma série de condições a fim de manter o país no acordo nuclear após o anúncio da saída dos Estados Unidos.

Entre as condições impostas conta-se a salvaguarda das relações comerciais com a Europa assim como a garantia da venda do petróleo iraniano, que agora se encontra ameaçado devido à imposição de sanções pelos Estados Unidos.

Na segunda-feira, o secretário de estado norte-americano, Mike Pompeo ameaçou o Irão com o que descreveu como "as sanções mais fortes da história" caso não recuasse no apoio a grupos armados no Líbano, Iraque e Iémen assim como no apoio ao governo sírio.