Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Viktor Orbán ataca política migratória da Comissão Europeia

Viktor Orbán ataca política migratória da Comissão Europeia
Tamanho do texto Aa Aa

Longe dos corredores de Bruxelas, o primeiro-ministro Viktor Orbán aproveitou uma entrevista à radio estatal húngara para se fazer ouvir.

Disse que é preciso uma nova Comissão Europeia com outra abordagem em matéria de política migratória e sublinhou que os dias do atual executivo comunitário "estão contados" com a aproximação do fim de mandato.

Ajudar migrantes sem documentos na Hungria passou a ser crime ao abrigo da lei "Stop Soros", aprovada pelo Parlamento. A Comissão declarou o pacote legislativo ilegal e levou a Hungria à justiça europeia.

Orbán insiste que os países que protegem as fronteiras dos migrantes não deveriam ser punidos. Acrescentou que as decisões de propostas atuais da Comissão são como os "últimos movimentos das pernas dos sapos durante experiências biológicas escolares, que já não tinham sentido."