Última hora

Última hora

"Os dias da Comissão Europeia estão contados" diz Viktor Orbán

"Os dias da Comissão Europeia estão contados" diz Viktor Orbán
Tamanho do texto Aa Aa

Viktor Orbán ataca a Comissão Europeia. O Primeiro-ministro húngaro disse este sábado que as eleições para o Parlamento Europeu no próximo ano podem trazer tempos de mudança.

Fala de uma mudança em direção a uma "democracia cristã não liberal" na União Europeia que acabaria com a era do multiculturalismo. "A Comissão é, segundo o Tratado, uma guardiã do Tratado, mais especificamente dos tratados fundamentais que estabelecem a União Europeia, razão pela qual a CE deve ser imparcial; justa e deve garantir as quatro liberdades. Hoje em dia a Comissão Europeia é parcial porque apoia os liberais. É tendenciosa porque está a agir contra a Europa Central, e a CE não é amiga da liberdade, porque trabalha para a construção de um socialismo europeu em vez da liberdade. Estamos contentes porque os dias da Comissão Europeia estão contados", disse Orbán.

Disse ainda que a "elite" política da UE falhou não protegeu o bloco da imigração muçulmana; que é preciso uma nova Comissão Europeia com outra visão em termos de política migratória e que o atual executivo comunitário deve sair de cena.