Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Talento de Bilodid e Takato domina abertura do Grande Prémio de Zagreb

Talento de Bilodid e Takato domina abertura do Grande Prémio de Zagreb
Tamanho do texto Aa Aa

A Arena de Zagreb, na Croácia, acolheu esta sexta-feira o primeiro dia de prova do Grande Prémio de Judo de Zagreb, no qual o homem do dia foi o judoca japonês Naohisa Takato.

Na final da categoria -60 quilos, contra Adonis Diaz, dos Estados Unidos da América, o campeão do Mundo conseguiu vencer de forma espetacular por ippon e levou assim para casa a medalha de ouro.

Um triunfo alcançado em apenas 57 segundos perante o surpreendente finalista norte-americano e um ensaio perfeito de Naohisa Takato na preparação da defesa do seu título mundial dentro de dois meses, em Baku (Azerbaijão).

“Sou o campeão do mundo e tenho muito orgulho de usar o escudo vermelho nas costas, mas também tenho a meta de me tornar campeão olímpico e ter o escudo de ouro, pelo que vou lutar para conseguir esse título também”, afirmou.

O destaque do dia entre as mulheres foi para Daria Bilodid, a promessa ucraniana de 17 anos que já derrotou algumas das melhores judocas do mundo para conquistar a sua quinta medalha de ouro no circuito mundial em apenas nove meses.

Entre as suas vítimas contaram-se Distria Krasniqi, do Kosovo, Otgontsetseg Galbadrakh, do Cazaquistão (medalha de bronze no último Mundial), a japonesa Funa Tonaki (campeã do Mundo) e, na final desta sexta-feira, a russa Irina Dolgova.

Um percurso brilhante desta ainda adolescente, mas que assumiu as dificuldades para atingir o topo na capital croata.

“Tive um dos mais duros conjuntos de adversárias em apenas um dia. Primeiro, Krasniqi, Galbadrakh, novamente, Tonaki e Dolgova – muitas opositoras e foi mesmo bastante difícil, mas estou feliz por ter estado hoje em boa forma. É claro que quero ser campeã mundial este ano. No ano passado perdi nessa competição e estou pronta para ir em frente, preparar-me para trabalhar duro e ser campeã do Mundo. Vou dar o meu melhor”, garantiu.

Entre os homens, o ouro da competição em -66 quilos seguiu para Israel, graças a Tal Flicker. O judoca – que arrecadou o bronze no Mundial – deu continuidade à sua boa forma, conquistando o quarto título no circuito mundial de judo. Depois de excelentes combates ao longo das eliminatórias, Tal Flicker impôs-se na final ao veterano Georgii Zantaraia, da Ucrânia, por waza-ari.

Haveria ainda mais medalhas de ouro para o Japão, em -52 quilos, com a campeã mundial Ai Shishime a reforçar as suas perspetivas de defender o título em Baku. Um impressionante uchimata na final confirmou a vitória por waza-ari sobre a francesa Amandine Buchard.

Por fim, o movimento do dia chega da competição de -52 quilos, quando a judoca norte-americana Angelica Delgado enfrentou Betina Temelkova, de Israel, por uma das medalhas de bronze, e assinou um grande contra ataque com um osoto-gaeshi.

Quanto à prestação portuguesa na competição, Telma Monteiro foi eliminada na segunda ronda pela canadiana Jessica Klimkait, por ippon no 'ponto de ouro' decidido à terceira penalização aplicada à judoca lusa, naquele que foi o primeiro combate desde que ganhou o bronze nos Europeus, há três meses.

Já em -48 quilos, Carolina Costa caiu na estreia perante a britânica Kelly Staddon, enquanto Joana Diogo resistiu até ao segundo combate, do qual saiu derrotada pela israelita Shira Rishony. Mariana Esteves, em -52 quilos, foi igualmente afastada ao primeiro duelo, diante da britânica Chelsie Giles.

O Grande Prémio de judo de Zagreb decorre até este domingo, na Croácia.