Canadá enfrenta ira saudita

Canadá enfrenta ira saudita
De  Teresa Bizarro
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um apelo à libertação de um grupo de mulheres ativistas desencadeou uma crise diplomática sem precedentes

PUBLICIDADE

A lista de retaliações da Arábia Saudita contra o Canadá não para de aumentar: Expulsaram o embaixador canadiano em Riade; Congelaram novos acordos comerciais;  Suspenderam os voos da companhia aérea de bandeira; Vão retirar o apoio aos estudantes sauditas nas universidades canadianas.

Uma crise diplomática sem precedentes, desencadeada pelos apelos à libertação de ativistas políticos na Arábia Saudita feitos pelo governo de Otava.

O Canadá diz que não cede na defesa dos direitos humanos. Garantia dada pela Ministra dos Negócios Estrangeiros.

Chrystia Freeland assegura que a posição do Canadá é a de sempre. Que o governo de Otava vai continuar a defender os direitos humanos, particularmente os direitos das mulheres, em todo o mundo e por isso também na Arábia Saudita.

Vários diplomatas canadianos apelaram, via twitter, para a libertação imediata de um grupo de mulheres ativistas. A resposta extravasou as redes sociais e mostra que as anunciadas reformas do Príncipe Mohammed bin Salman são afinal pouco profundas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Guerra de palavras aumenta entre o Canadá e a Arábia Saudita

Arábia Saudita contra-ataca alegada interferência do Canadá

Domingo histórico para as mulheres da Arábia Saudita