Última hora

Última hora

Ataque junto ao Parlamento britânico terá sido ato isolado

Em leitura:

Ataque junto ao Parlamento britânico terá sido ato isolado

Ataque junto ao Parlamento britânico terá sido ato isolado
Tamanho do texto Aa Aa

Após uma curta perseguição, a polícia britânica conseguiu chegar perto do carro e deter o condutor que esta terça-feira tentou atropelar ciclistas e peões perto do Palácio de Westminster, em Londres.

O ataque aconteceu por volta das sete e meia da manhã, hora local, e terminou com o veículo parado, depois de embater nas barreiras de segurança que rodeiam o edifício.

O condutor, britânico, de 29 anos, foi detido pelas autoridades.

Três pessoas ficaram feridas, sem gravidade, mas por pouco o ataque não teve consequências mais graves como conta o jornalista da Euronews, Vincent McAviney.

"Se tivesse sido uma hora mais tarde, esta zona estaria bem mais movimentada. O parlamento britânico está de férias, mas há milhares de pessoas que continuam a trabalhar nos vários gabinetes do governo. Estamos no pico da época do turismo, os passeios aqui até foram alargados há uns anos para que houvesse espaço para todos os turistas que aqui vêm. Por isso, podia ter sido bem pior como vimos no ano passado no ataque na ponte de Westminster."

Foi o segundo ataque em frente ao Parlamento britânico em menos de dois anos.

As autoridades estão a tratar o caso como um incidente terrorista.

Poucas horas depois do ataque, as ruas junto a Westminster foram reabertas ao trânsito, mas o debate sobre a eventual proibição de circulação de veículos naquela zona, já começou nos media britânicos.