Última hora

Última hora

Alexei Navalny detido à porta de casa

Em leitura:

Alexei Navalny detido à porta de casa

Alexei Navalny detido à porta de casa
Tamanho do texto Aa Aa

Alexei Navalny, um dos rostos mais conhecidos da oposição ao Presidente Vladimir Putin foi detido à porta de casa, em Moscovo.

Desconhecem-se, para já, os motivos da detenção deste sábado. De acordo com o advogado do ativista russo, Navalny terá passado por um hospital para receber assistência por suspeitas de ter um dedo partido.

É a quarta vez este ano que Navalny é preso.

"Apesar das exigências da lei em relação à polícia, não lhe foi mencionada a razão da detenção. Retiraram-lhe o telefone, ainda que possa usá-lo até ao veredicto do tribunal. Trouxeram-no para a prisão e não deixam entrar o advogado. Alegam que está em curso um procedimento operacional devido a uma ameaça terrorista. Ao fazê-lo violam o direito de uma pessoa se defender", sublinha Aleksandr Pomazuyev, da Fundação Anticorrupção.

O porta-voz do opositor, Kira Iarmych, diz que a detenção está "provavelmente relacionada" com os planos de Navalny organizar manifestações a nível nacional a 9 de setembro contra o polémico projeto de reforma do sistema de pensões.

Horas antes de ser detido, o ativista anticorrupção, de 42 anos, escreveu no Twitter que ia fazer "anúncios interessantes" num vídeo em direto nas redes sociais às 13h, sensivelmente a hora a que foi detido.