Última hora

Última hora

Moscovo trata morte de Zakharchenko como terrorismo

Em leitura:

Moscovo trata morte de Zakharchenko como terrorismo

Moscovo trata morte de Zakharchenko como terrorismo
Tamanho do texto Aa Aa

Moscovo está a tratar a morte de um líder separatista ucraniano como sendo um ato de terrorismo internacional. O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia culpou Kiev pelo assassinato de Alexander Zakharchenko.

O líder separatista morreu na sexta-feira durante uma explosão num café na Região de Donetsk, no leste da Ucrânia. O rebelde apoiado pela Rússia liderou a autoproclamada República Popular de Donetsk desde 2014.

O presidente interino da região, Dmitry Trapeznikov, disse que o assassinato teve como objetivo desestabilizar a zona: "De acordo com dados preliminares, as investigações ainda estão em andamento e todas as medidas de segurança na república foram fortalecidas. Até agora todas as fronteiras estão fechadas. Algumas pessoas já foram detidas e confirmaram que se tratou uma ato de sabotagem por parte da Ucrânia".

Num comunicado online, o presidente Vladimir Putin classificou o assassinato como sendo um ato de cobardia, mas não acusou as autoridades ucranianas. Kiev negou qualquer envolvimento na morte de Zakharchenko, culpando o conflito interno separatista.

Siga-nos no Instagram: