Última hora

Última hora

Pêpê Rapazote lidera Odessa em "Operação Final"

Em leitura:

Pêpê Rapazote lidera Odessa em "Operação Final"

Pêpê Rapazote lidera Odessa em "Operação Final"
Tamanho do texto Aa Aa

As páginas sombrias da história são o ponto de partida do filme "Operação Final."

O realizador Chris Weitz retrata no grande ecrã a missão do agente dos serviços secretos israelitas, Peter Malkin (Oscar Isaac), quando se infiltra na Argentina, em 1960, e captura Adolf Eichmann, o oficial nazi que atalhou o caminho para a morte de milhões de inocentes em campos de concentração.

Para o realizador a mensagem continua atual: "A possibilidade deste tipo de tragédia global, nacional existe em toda a parte. A Mossad capturou Adolf Eichmann na Argentina em 1960 e 15 anos mais tarde a Argentina teria a própria ditadura militar, campos de concentração e mortes em massa. Gostaríamos de pensar na Alemanha de 1930 e 1940 como algo que aconteceu e que não tem nada a ver connosco. Infelizmente, é uma possibilidade sempre presente."

Eichamn, interpretado por Ben Kingsley, foi julgado em Israel e enforcado em 1962.

O filme chega às salas de cinema portuguesas a 22 de novembro. Conta com Pêpê Rapazote no papel de Carlos Fuldner, um antigo capitão das SS alemãs e agora líder da Odessa – "Organização de antigos membros da SS." Na trama envida esforços para encontrar Adolf Eichmann depois da captura.

Mais sobre cinema