Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Orbán recebe Erdoğan em "ambiente tranquilo"

Orbán recebe Erdoğan em "ambiente tranquilo"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Budapeste recebeu Recep Tayyip Erdoğan com pompa e circunstância... mas não necessariamente com amor. Impossibilitada de se manifestar na rua, a oposição húngara utilizou a fachada do parlamento para mostrar que "os ditadores da Europa" não são bem-vindos, colocando o presidente turco a par de Vladimir Putin e do próprio Viktor Orbán.

Indiferente aos manifestantes, como é seu hábito, o primeiro-ministro húngaro desfez-se em elogios à estabilidade turca e apelou a uma "cooperação estratégica" da União Europeia com a Turquia.

Do lado do chefe de estado turco, um desabafo: "Afinal a União Europeia não voltou completamente as costas à Turquia." Um grito de ajuda de um país cada vez mais dependente de Bruxelas tendo em conta as complicadas relações com Washington. De resto, a visita de Erdoğan decorreu sem problemas de maior e não é complicado perceber porquê.

Enquanto as manifestações contra o presidente turco foram proibidas, os apoiantes de Erdoğan tiveram carta-branca para fazer ouvir a sua voz nas ruas da capital húngara.