Última hora

Última hora

Relações EUA-UE atravessam momento 'baixo'

Em leitura:

Relações EUA-UE atravessam momento 'baixo'

Relações EUA-UE atravessam momento 'baixo'
Tamanho do texto Aa Aa

As relações complexas entre a administração norte-americana e a Europa foram o tema dominante na entrevista concedida à euronews pelo embaixador norte-americano na União Europeia.

"O casamento está intacto mas neste momento estamos a atravessar um momento baixo"

Gordon Sondland Embaixador norte-americano junto da UE

No domingo passado, Donald Trump afirmou que "ninguém nos trata pior" referindo-se à União Europeia".

Durante a entrevista, o embaixador Gordon Sondland traduziu em termos diplomáticos o sentido das palavras do presidente.

"A nossa relação pode ser comparada a um casamento de longa duração, com os seus altos e baixos; o casamento está intacto mas neste momento estamos a atravessar um momento baixo. Em breve estaremos em alta", adiantou o diplomata norte-americano.

A questão do Irão e das sanções associadas ao Acordo Nuclear permanece um dos principais obstáculos à normalização das relações entre os dois blocos. O embaixador norte-americano junto da UE afirma que é necessário fazer escolhas.

"Os veículos especiais que foram criados para contornar as sanções não vão funcionar por uma simples razão, a maioria das companhias não vão servir-se dessa estrutura.
Eles têm uma escolha a fazer. Podem fazer negócio com os Estados Unidos. Podem fazer negócio com o Irão. Mas não podem negociar com os dois", adiantou Sondland.

De recordar que em maio passado, a Comissão Europeia ameaçou com a intenção de bloquear as sanções norte-americanas na Europa e autorizar cidadãos e empresas a estabelecerem relações com o Irão. A Comissão instruiu ainda o Banco Europeu de Investimentos para facilitar o investimento europeu no Irão.