Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Absolvida cristã condenada à morte por blasfémia no Paquistão

Absolvida cristã condenada à morte por blasfémia no Paquistão
Tamanho do texto Aa Aa

Para Asia Bibi, a jornada desta quarta-feira marca o início de um novo ciclo de vida.

O Supremo Tribunal do Paquistão absolveu, com ordem de libertação "imediata", a cristã condenada à morte por blasfémia e detida desde 2010.

Mãe de quatro filhos, foi acusada após ter, alegadamente, insultado o profeta Maomé durante uma discussão com um grupo de mulheres com as quais trabalhava no campo. Bebeu água de um poço e, tratando-se da única cristã do grupo, foi acusada por algumas das muçulmanas de ter contaminado o poço.

Em Islamabade, capital do país, foi instalado um forte dispositivo de segurança com estadas bloqueadas, em particular nos bairros onde vivem magistrados e elementos da comunidade diplomática.

Muhamad Afzal Qadri, o líder do partido islamista radical Tehreek-e-Labaik disse que os juízes que absolveram Asia "merecem a morte" e exigiu a demissão do primeiro-ministro, Imran Khan. Também apelou aos protestos em massa nas ruas.

O caso tem provocado tensões no Paquistão. Dois políticos que tentaram ajudar a mulher foram assassinados.