EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Vaivém Soyuz sofreu "falha num dos reforços laterais"

Vaivém Soyuz sofreu "falha num dos reforços laterais"
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O que fez abortar o lançamento do vaivém Soyuz no dia 11 de outubro foi, segundo a Roskosmos, uma "falha num dos reforços laterais do foguetão".

PUBLICIDADE

Foi uma deficiência num dos quatro reforços laterais do vaivém Soyuz-FG, que provocou o problema no lançamento do veículo Soyuz MS-10, no dia 11 de outubro.

Segundo a explicação oficial da agência espacial russa, Roskosmos, um dos reforços não se separou adequadamente, manteve-se muito perto do corpo principal e finalmente atingiu o tanque de combustível.

O sistema de resgate automático reagiu imediatamente, separando a cápsula da tripulação.

Os dois tripulantes, o russo Alexey Ovchinin e o norte-americano Nick Hague, sofreram forte exposição à força gravitacional durante a descida de emergência, mas os médicos garantem que ambos estão bem.

Este incidente faz com que a tripulação da Estação Espacial Internacional (em inglês ISS) tenha que esperar mais tempo pelo reabastecimento de provisões. O próximo lançamento tripulado está previsto para 3 de dezembro. Antes, a 16 de novembro, partirá o voo náo tripulado com a cápsula "Progresso".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Kremlin afasta diretor da Roscosmos

Rússia aborta lançamento do foguetão Angara-A5 a minutos da descolagem

Rússia: Esperança de resgatar 13 mineiros soterrados em mina de ouro é quase nula