Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Comissão Europeia inicia procedimento por défice excessivo contra Itália

O comissário europeu Pierre Moscovici com o ministro Giovanni Tria
O comissário europeu Pierre Moscovici com o ministro Giovanni Tria -
Direitos de autor
REUTERS/Francois Lenoir
Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia deu esta quarta-feira o primeiro passo no sentido de disiciplinar o governo italiano relativamente à proposta orçamental para 2019.

Roma já reagiu e diz que não tem intenções de mudar o documento abrindo a porta a um confronto que poderá levar meses e resultar na imposição de multas.

Segundo a Comissão Europeia, o orçamento italiano prevê o aumento do défice para 2,4% do Produto Interno Bruto dos atuais 1,8%.

O organismo europeu classifica a posição de Roma como um "caso particularmente sério de não conformidade" com as recomendações emitidas.

A dívida italiana ultrapassa os 130% do Produto Interno Bruto e é a segunda mais elevada do bloco europeu depois da Grécia.

O governo italiano rejeita a posição da Comissão e afirma que o aumento do défice irá financiar o relançamento da economia.