Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Bruxelas alerta Portugal para incumprimento das metas orçamentais

Bruxelas alerta Portugal para incumprimento das metas orçamentais
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Portugal volta a estar na mira de Bruxelas. A par de França, Espanha, Bélgica e Eslovénia, o orçamento do Estado português corre o risco de não cumprir as regras orçamentais europeias.

Após a reunião do Colégio de Comissários, o vice-presidente da Comissão Europeia, Valdis Dombrovskis, convidou os Estados-Membros a corrigirem os desvios. "Pedimos aos cinco países para tomarem as medidas necessárias, durante o processo orçamental, para garantir que o orçamento para 2019 cumpra as regras do Pacto de Estabilidade e Crescimento", declarou Dombrovskis.

A Comissão Europeia reconhece o desempenho de Portugal nos últimos anos, mostra-se apenas menos otimista que o governo de António Costa para 2019. Em causa está um corte de 800 milhões de euros na despesa pública portuguesa. A performance intrigou os comissários europeus e levou o primeiro-ministro ao Twitter lebrar, em português e inglês, que, em matéria de contas, Lisboa tem acertado mais que Bruxelas.

Mas Pierre Moscovici vê com bons olhos a façanha portuguesa. "Claro que gostaria muito se Portugal tivesse um desempenho melhor do que o que prevemos atualmente, tal como aconteceu no passado, e se assim for o meu bom amigo António Costa terá o prazer de publicar um novo tweet e para mim isso seria muito bem-vindo", afirmou o comissário europeu para os Assuntos Económicos e Financeiros.

Tweets à parte, Moscovici lembrou que é possível haver variações, mas as projeções da Comissão Europeia têm andado alinhadas com as do FMI e as da OCDE.