EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Forças russas destacadas para base aérea ocupada por norte-americanos no Níger

N´iger
N´iger Direitos de autor AP/AP
Direitos de autor AP/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Não é possível saber exatamente quando chegaram os russos ao Níger e desde quando estão na base aérea 101, que fica junto ao aeroporto internacional de Niamey.

PUBLICIDADE

Os secretário da Defesa dos EUA, Lloyd Austin, revelou esta sexta-feira que forças de segurança russas foram destacadas para a mesma base aérea das tropas norte-americanas no Níger em Niamey, capital do país.

Segundo as agências internacionais, não é possível saber exatamente quando chegaram os russos ao Níger e desde quando estão na base aérea 101, que fica junto ao aeroporto internacional de Niamey. "Os russos estão num complexo separado e não têm acesso às forças dos EUA ou ao nosso equipamento", garantiu Lloyd Austin.

Desde o ano passado que a junta nigeriana que derrubou o governo democraticamente eleito está a tentar reconfigurar as parcerias estratégias com os aliados internacionais. Tropas francesas e norte-americanas foram recentemente convidadas a sair do país, enquanto os russos parecem ter estreitado laços com o Níger.

Questionado sobre os últimos desenvolvimentos, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse apenas esta sexta-feira que Moscov está a "desenvolver laços com vários países africanos em todas as áreas, incluindo na área militar". A presença russa no continente africano foi, nos últimos anos, assegurada em grande parte pelo grupo Wagner, força paramilitar do Kremlin que era liderada por Yevgeny Prigozhin - morto num acidente de avião no ano passado depois de ter desafiado o regime de Putin por discordâncias sobre a guerra na Ucrânia.

A Rússia tem tentado penetrar no continente africano de várias formas, muitas vezes oferecendo "pacotes de estabilização" aos líderes dos países do continente.

Depois do golpe militar no Níger, o exército norte-americano mudou algumas das suas forças no país da base aérea 101 para a base aérea 201, na cidade de Agadez, pelo que, indica o The Guardian, não é claro que tipo de equipamento militar permanece na base próxima do aeroporto de Niamey onde agora estão também os russos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Agravamento das relações UE-Níger pode ter sério impacto migratório

Macron diz que França vai retirar tropas e embaixador franceses do Níger

Junta Militar do Níger pede ajuda ao Grupo Wagner