Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Gibraltar, o enclave da discórdia

Gibraltar, o enclave da discórdia
Tamanho do texto Aa Aa

Entre Espanha e o Reino Unido, pouco mais de seis quilómetros quadrados de discórdia. Gibraltar está a dividir os dois países e a afastar ainda mais a hipótese de haver um acordo para o Brexit, que, para acontecer, precisa do aval de todos os países da União Europeia.

Para o governo espanhol, o documento, tal como está, deixa pouco claro que ainda tem algo a dizer sobre os destinos do enclave britânico no sul da península ibérica

Do Reino Unido, e em especial de Gibraltar, uma certeza: não vai haver concessões sobre a soberania.

"Apesar de algumas vozes terem erradamente alegado que o Brexit daria à Espanha a melhor oportunidade em 300 anos para ganhar soberania, ou alguma parte dela, sobre Gibraltar, Gibraltar não vai fazer parte do acordo alcançado, nem do período de transição, se é que vai haver um. Não há, nem vai haver qualquer concessão em matérias de soberania, jurisdição ou controlo", afrimou Fabian Picardo, governador de Gibraltar.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, já falou com o homólogo espanhol, Pedro Sánchez. Mas, para já, em relação a Gibraltar, apenas fica claro que só para Espanha há relações bilaterais a manter.

À espera que a política diga como prossegue a História, os locais lembram a lenda que diz que enquanto os macacos permanecerem na rocha, também os britânicos vão ficar.