Última hora

Última hora

"Breves de Bruxelas": espaço, gás, Hungria e Áustria

"Breves de Bruxelas": espaço, gás, Hungria e Áustria
Tamanho do texto Aa Aa

Há um mês ficou a saber-se que a ilha de Santa Maria, nos Açores, terá a sede da Agência Espacial Portuguesa.

O investimento neste setor é uma prioridade de toda a União Europeia, mas os cidadãos sabem pouco sobre o assunto, segundo uma sondagem da Agência Espacial Europeia levada a cabo em cinco Estados-membros.

Este é o tema de abertura do programa "Breves de Bruxelas", que passa em revista a atualidade europeia diária. Em destaque estão, também, as seguintes notícias:

  • A União Europeia mediou uma reunião entre os governos de Moscovo e de Kiev sobre o futuro do trânsito de gás russo que chega à Europa via Ucrânia. Bruxelas apresentou um aproposta para um novo contrato de dez anos com um volume de tráfego anual mínimo garantido de 60 mil milhões de metros cúbicos. O atual contrato expira a 31 de dezembro de 2019.
  • A Hugria não está preocupada com a decisão do Parlamento Europeu de vincular o pagamento de fundos comunitários ao respeito pelo Estado de direito. Isto porque tal medida requer alterações no Tratado da Uniao Europeia e a Hungria usaria o seu direito de veto, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros do país, Péter Szijjártó, em entrevista à euronews.
  • O Tribunal de Justiça da União Europeia critica o governo da Áustria por permitir que apenas membros de algumas igrejas cristãs possam gozar o feriado de sexta-feira Santa. O Tribunal afirma que "constitui discriminação com base na religião". A queixa foi apresentada por um trabalhador que não recebeu pagamento extra por ter trabalhado nesse feriado, porque não era membro de uma das quatro igrejas em causa.