Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

"Breves de Bruxelas": espaço, gás, Hungria e Áustria

"Breves de Bruxelas": espaço, gás, Hungria e Áustria
Tamanho do texto Aa Aa

Há um mês ficou a saber-se que a ilha de Santa Maria, nos Açores, terá a sede da Agência Espacial Portuguesa.

O investimento neste setor é uma prioridade de toda a União Europeia, mas os cidadãos sabem pouco sobre o assunto, segundo uma sondagem da Agência Espacial Europeia levada a cabo em cinco Estados-membros.

Este é o tema de abertura do programa "Breves de Bruxelas", que passa em revista a atualidade europeia diária. Em destaque estão, também, as seguintes notícias:

  • A União Europeia mediou uma reunião entre os governos de Moscovo e de Kiev sobre o futuro do trânsito de gás russo que chega à Europa via Ucrânia. Bruxelas apresentou um aproposta para um novo contrato de dez anos com um volume de tráfego anual mínimo garantido de 60 mil milhões de metros cúbicos. O atual contrato expira a 31 de dezembro de 2019.
  • A Hugria não está preocupada com a decisão do Parlamento Europeu de vincular o pagamento de fundos comunitários ao respeito pelo Estado de direito. Isto porque tal medida requer alterações no Tratado da Uniao Europeia e a Hungria usaria o seu direito de veto, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros do país, Péter Szijjártó, em entrevista à euronews.
  • O Tribunal de Justiça da União Europeia critica o governo da Áustria por permitir que apenas membros de algumas igrejas cristãs possam gozar o feriado de sexta-feira Santa. O Tribunal afirma que "constitui discriminação com base na religião". A queixa foi apresentada por um trabalhador que não recebeu pagamento extra por ter trabalhado nesse feriado, porque não era membro de uma das quatro igrejas em causa.