Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Ellen McArthur e Carlos Moedas defendem inovação em Davos

Ellen McArthur e Carlos Moedas defendem inovação em Davos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um dos temas discutidos em Davos foi a inovação, não só na economia e na tecnologia, mas também no ambiente e na ciência, como forma de facilitar a economia circular.

O que é a economia circular? Tem tudo a ver com uma interação mais eficiente, em termos ecológicos, entre a produção e o consumo. A antiga velejadora Ellen McArthur dá a cara por esta causa.

"Os nossos recursos são finitos. No entanto, num mundo em que a população continua a crescer, estamos a usar esses recursos cada vez mais depressa. Se temos recursos finitos e os estamos a esgotar, isso não pode funcionar para a economia a longo prazo, nem para o emprego, nem para o crescimento, nem nada. Por isso, comecei a olhar para a mudança de um modelo linear para um modelo circular e percebi que há biliões e biliões de dólares em oportunidades económicas que nascem dessa mudança", disse a antiga recordista da circum-navegação em solitário, que neste momento se dedica exclusivamente à sua fundação ambiental.

Em termos de inovação, a Europa está apostada em chegar ao primeiro lugar. É o que veio a Davos explicar o comissário Europeu para a inovação, o português Carlos Moedas: "Na área da investigação somos número 1, mas na área da inovação deixámo-nos ultrapassar pelos Estados Unidos e pela China. Na próxima vaga de inovação, estou certo que estaremos à frente, porque nessa vaga, que tem a ver com computadores quânticos e blockchain, temos a ciência fundamental que está na base dessa inovação", disse Moedas.

O comissário disse ainda que a próxima vaga de globalização, a que chama globalização 4.0, tem de ser mais civilizada e mais próxima das pessoas. Foi também disso que veio falar a Davos.