Última hora

Última hora

Corpo de Julen resgatado de poço em Málaga

Corpo de Julen resgatado de poço em Málaga
@ Copyright :
REUTERS/Jon Nazca
Tamanho do texto Aa Aa

Málaga declarou três dias de luto oficial e foi feito um minuto de silêncio por Julen, o menino de dois anos que, no dia 13 de janeiro, caiu num poço em Totalán e que foi resgatado, este sábado, sem vida.

O delegado do Governo de Andaluzia elogiou a "cooperação e coordenação de todos" os envolvidos no resgate e agradeceu o apoio da população local.

"A Espanha é um grande país e nós espanhóis somos um grande povo. Demonstrámos isso, nos últimos dias. Demonstrámos isso com uma capacidade solidária muito importante, e com uma mobilização de recursos técnicos e humanos sem precedentes, sem igual", sublinha Alfonso Gómez Célis.

O corpo do menino foi encontrado pelas equipas de resgate esta madrugada, a 71 metros de profundidade e coberto de terra.

Julen caiu num poço com mais de 100 metros de profundidade e 25 centímetros de diâmetro, no dia 13 de janeiro.

A Brigada de Salvamento Mineiro, com cerca de 300 elementos, viu os esforços de perfuração de um túnel vertical, paralelo àquele onde estava a criança, bastante dificultados devido às características do terreno, de extrema dureza.

A tragédia ocorreu perto da necrópole da Tumba Del Moro, um local turístico em Málaga, na região da Andaluzia.