A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Movimento dos "Coletes Amarelos" continua a perder força

Movimento dos "Coletes Amarelos" continua a perder força
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

No décimo primeiro sábado de protesto dos “coletes amarelos”, segundo os dados oficiais, cerca de 69 mil pessoas saíram às ruas.

Apesar da gradual perda de força, o movimento continua a manifestar-se contra as políticas do presidente francês. O aumento dos salários continua a ser uma das principais reivindicações.

Paris voltou a ser o centro da contestação mas foram organizadas manifestações um pouco por todo o país: Estrasburgo, Bordéus, Toulouse, Marselha e Lyon.

Os protestos foram na maioria pacíficos mas, como tem acontecido todos os fins-de-semana, foram registados confrontos com a polícia. Desta vez, em Paris, foram detidas 42 pessoas.

O ministro do Interior já condenou a violência “levada a cabo por marginais disfarçados de coletes amarelos”.