Última hora

Última hora

"Acordo de Saída não é renegociável" garante Conselho Europeu

"Acordo de Saída não é renegociável" garante Conselho Europeu
@ Copyright :
REUTERS/Wolfgang Rattay
Tamanho do texto Aa Aa

A reação da União Europeia à votação no parlamento britânico foi imediata e não vai ao encontro do que Theresa May queria ouvir de Bruxelas. "O backstop faz parte do Acordo de Saída e o Acordo de Saída não é renegociável", garantiu o porta-voz do presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.

Fica assim claro que o bloco não está disponível para ceder. O Conselho Europeu quer que "o Governo britânico clarifique as suas intenções no que diz respeito aos próximos passos o mais rapidamente possível.”

Também o presidente francês, mesmo antes da votação na Câmara dos Comuns, mostrou-se irredutivel e afirmou que "tal como o Conselho Europeu indicou, claramente, este acordo de saída negociado entre a União Europeia e o Reino Unido é o melhor acordo possível, por isso, não é renegociável.

Perante este panorama, o governo irlandês, um dos mais implicados neste divórcio já garantiu que vai continuar a preparar-se para o dia da saída, mesmo para o cenário de uma saída sem acordo.