A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

"Breves de Bruxelas": Clima, Holocausto, lóbi e Brexit

"Breves de Bruxelas": Clima, Holocausto, lóbi e Brexit
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Pela quarta semana consecutiva, jovens belgas fizeram uma marcha em prol de melhor política para travar as alterações climáticas. Cerca de 27 mil foram para as ruas, um pouco por todo o país, esta quinta-feira, segundo as estimativas da polícia.

Este é o tema de abertura do programa "Breves de Bruxelas", que passa em revista a atualidade europeia diária. Em destaque estão, também, as seguintes notícias:

  • O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos recusou o recurso apresentada por Richard Williamson, um ex-bispo católico britânico que nega o Holocausto, genocídio em que morreram seis milhões de judeus. Williamson pedia ao tribunal para anular a multa a que foi condenado na Alemanha, por incitamento ao ódio, alegando que a decisão violava o princípio da liberdade de expressão.
  • Os eurodeputados reforçaram, quinta-feira, as medidas para evitar os abusos dos lóbismo junto do Parlamento Europeu. Os presidentes das comissões parlamentares e os relatores devem dar conhecimento de todas as reuniões que mantenham com grupos de interesses.
  • O Brexit poderá diminuir a oferta de gomas, chocolates e outras guloseimas muito apreciadas no Reino Unido, mas que são produzidas na Alemanha. Os eventuais controlos alfandegários poderão afetar o ritmo das exportações destes produtos para o mercado britânico, que rendem aos cofres das empresas alemãs 800 milhões de euros anuais e dão emprego a três mil pessoas.