A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

TPI liberta Laurent Gbagbo

TPI liberta Laurent Gbagbo
Direitos de autor
Peter Dejong/Pool via REUTERS/File Photo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal Penal Internacional, de Haia, concedeu, esta sexta-feira, a liberdade condicional a Laurent Gbagbo e a Charles Blé Goudé.

O antigo presidente da Costa do Marfim e o seu ex-ministro da Juventude foram absolvidos, no dia 15 de janeiro, depois de terem sido julgados por crimes contra a Humanidade, que terão ocorrido naquele país africano entre 2010 e 2011.

A decisão foi tomada por unanimidade. Os cinco juízes querem, agora, que os dois homens permaneçam num dos países vizinhos da Holanda. Gbagbo e Goudé não devem retornar à Costa do Marfim até que seja julgado o recurso interposto pela acusação.

Laurent Gbagbo foi detido, há mais de sete anos e julgado por crimes contra a Humanidade que terão ocorrido durante a crise de 2010-2011, quando recusou entregar o poder ao sucessor Alassane Ouattara.

A violência matou mais de três mil pessoas, em cinco meses.