A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Macedónia do Norte hasteia bandeira da NATO

Macedónia do Norte hasteia bandeira da NATO
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Macedónia do Norte hasteou uma bandeira da NATO em frente ao principal edifício governamental, na capital do país, esta terça-feira. Um gesto simbólico numa altura em que o país se prepara para se tornar o 30° membro da aliança militar.

A Grécia foi o primeiro país a ratificar a entrada da Macedónia do Norte na NATO, depois de resolvida a disputa sobre o nome macedónio que dividiu os dois países durante mais de 25 anos.

"Podemos estar tranquilos e completamente confiantes de que depois da ratificação do protocolo de adesão em todos os Estados-membros da NATO, o nosso país, que vai ter em breve o nome geograficamente preciso de Macedónia do Norte, vai ser o 30° membro da NATO com direito a votar. Com isso, vamos ser um país seguro, vamos tornar-nos o nosso próprio país", afirmou o primeiro-ministro da Macedónia do Norte, Zoran Zaev.

A adesão da Macedónia à NATO tem de ser ratificada pelos atuais 29 Estados-membros da NATO. "Estou muito contente por neste encontro contarmos pela primeira vez com a nossa colega de Skopje, a ministra Radmila Sekerinska. A futura República da Macedónia do Norte tem agora um lugar na mesa da NATO", afirmou o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg.

Na semana passada, a Macedónia tinha assinado formalmente os documentos de adesão à NATO, que tinha sido bloqueada durante uma década devido ao conflito com a Grécia por causa do nome do país.