A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Estudantes faltam às aulas e protestam pelo clima

Estudantes faltam às aulas e protestam pelo clima
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Mobilização de estudantes britânicos e do resto da Europa pela luta contra as alterações climáticas. Milhares de alunos de várias escolas do Reino Unido faltaram às aulas na sexta-feira para se juntarem à campanha que exige ao Governo medidas para combater o aquecimento global.

"Nós apoiamos 100 % o que estes jovens estão a tentar alcançar. Nós opomo-nos 100 % à forma como o fazem. A principal arma contra as alterações climáticas é a educação", diz Chris McGovern, presidente do grupo Campanha para uma Educação Real.

"Qual é o sentido em ter educação se não vamos ter futuro? Não quero estar aqui hoje a faltar às aulas porque, sim, valorizo a minha educação, mas também dou muito mais valor ao meu futuro. Não faz qualquer sentido ir à escola senão tiver um futuro para aprender", afirma Ana Taylor, da organização do protesto.

O movimento internacional já contagiou a Suécia, a Austrália, a Bélgica, a Holanda e, também, desde sexta-feira, a França. Em Paris, cerca de 300 jovens protestaram pela causa em hora de escolar.

Para 15 de março está marcado um dia de protesto mundial, incluindo países como Portugal. Estudantes do mundo inteiro deverão manifestar-se contra a inação e pela prioridade na luta pelo clima.