Última hora

Última hora

Copenhaga quer tornar-se neutra em CO2 em 2025

bicicletas em Copenhaga
bicicletas em Copenhaga
Tamanho do texto Aa Aa

A ambição de Copenhaga é bem visível. Em 2025, quer tornar-se na primeira capital neutra de emissões de dióxido de carbono. Para tal, a cidade quer alargar ainda mais a já impressionante rede de 379 quilómetros de ciclovias.

A diretora do programa de mobilidade de Copenhaga, Marie Kåstrup, revela "o objetivo é que, em 2025, metade de todas as viagens quotidianas em Copenhaga sejam de bicicleta e hoje é de 43%. Temos também a meta de reduzir a participação total de viagens de carro de 31 para 25%, em 2025."A maior estação do país para medir e avaliar as emissões poluentes está num contentor de metal, em Copenhaga.

Colocado perto de uma das principais avenidas da capital, é ali que são registados os valores mais altos de toda a Dinamarca. Funciona há vinte anos e os dados que recolhe permitem observar a evolução da qualidade do ar, como explica o especialista em Ambiente, Thomas Ellerman.

"Têm sido feitos muitos esforços para diminuir os gases dos carros e das indústrias. E tudo isso resultou numa situação em que a qualidade do ar é muito melhor agora, em relação há 10 ou 20 anos."

Copenhaga quer promover o uso de energias sustentáveis e limpas. O desenvolvimento do carro elétrico aparece como uma solução sólida, mas Andreas Unterstaller, da Agência Europeia do Ambiente, sublinha os limites desta perspetiva única.

"Só pode ser parte da solução. Substituir apenas um carro convencional a gasolina por um veículo elétrico não vai resolver os nossos problemas de mobilidade. Continuaremos nos mesmos engarrafamentos e teremos grandes problemas de planeamento urbano."

O sucesso das viagens de bicicleta em Copenhaga é tal que, durante as horas de ponta, já é possível sentir mesmo alguns pequenos engarrafamentos nas ciclovias.