Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Manifestantes tentam cercar palácio presidencial da Sérvia

Manifestantes tentam cercar palácio presidencial da Sérvia
Tamanho do texto Aa Aa

Cerco à presidência de Aleksandar Vucic, milhares de pessoas manifestaram-se em frente ao palácio presidencial da Sérvia em Belgrado ao mesmo tempo que o chefe de Estado dava uma conferência de imprensa para comentar os sucessivos protestos dos fins de semana já duram há três meses.

A contestação deste domingo acontece depois dos manifestantes terem invadido por momentos os estúdios da televisão estatal no sábado.

Vucic, mostra firmeza. "A Sérvia não vai permitir ameaças de violência por parte de ninguém! Todos os que pensam que podem ter dividendos políticos com hooliganismo, violência e agressões, estão enganados", declarou.

E aponta o dedo do líder do partido Dveri, de direita.

"Não quero falar com líderes fascistas como Bosko Obradovic. Não quero falar, como podem ver, mesmo agora, não quero falar quando a minha vida está em perigo. Não quero saber e não tenho medo", concluiu.

Com um estilo semelhante ao dos coletes amarelos, com manifestações de fim de semana, os contestatários dizem exigir eleições livres e mais liberdade de imprensa. Consideram que os protestos não estão a ser cobertos como deveriam, daí a invasão dos estúdios da RTS, a televisão pública.