Última hora

Kevin Costner e a "Emboscada Final"

Kevin Costner e a "Emboscada Final"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Bonnie e Clyde foram verdadeiras estrelas do crime nos anos 1930, quando roubavam bancos e matavam pessoas nos EUA.

Kevin Costner interpreta o Texas Ranger Frank Hamer, um dos agentes que matou a dupla numa emboscada, no Estado da Louisiana, em 1934. Woody Harrelson interpreta o seu parceiro Maney Gault.

"Emboscada final" é o filme que conta uma história verdadeira que se desenrola durante a Grande Depressão nos EUA.

"Nós escolhemos esta abordagem sobre Bonnie e Clyde. Ao invés de contar a história da dupla, contamos a história dos homens que os caçaram e que arriscaram a vida para colocar fim a uma espiral de assassinatos na América," explicou o ator Kevin Costner

Os aclamados "Bonnie and Clyde", de 1967, Faye Dunaway e Warren Beatty, mostram o Texas Ranger Frank Hamer como um tonto e incompetente, em vez de um polícia heroico.

"Emboscada final" foi originalmente concebido há mais de uma década. O projeto estava em desenvolvimento há vários anos na Universal Pictures e para os papéis principais estavam indicados Paul Newman e Robert Redford. No ano passado, em fevereiro, a Netflix adquiriu os direitos do filme

"Não se pode atribuir um personagem aqueles que matavam indiscriminadamente. Eles foram feitos heróis no filme de 1967. Isso é mau, mas é assim que foi feito. Os homens que perseguiram a dupla eram apenas homens medianos fazendo o seu trabalho," acrescentou Kevin Costner.

Quando o casal foi morto, Bonnie tinha 23 anos e Clyde tinha 24. Em menos de 2 minutos, 107 balas foram disparadas sobre o carro onde seguiam.

O filme sobre os homens que caçaram e mataram Bonnie e Clyde, com Kevin Costner e Woody Harrelson, já estreou nos EUA, Espanha e Portugal e está na Netflix.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.