Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Inclusão marca abertura do Festival Tremor

Inclusão marca abertura do Festival Tremor
Tamanho do texto Aa Aa

O festival açoriano que mistura géneros géneros, públicos e palcos quer ser cada vez mais inclusivo.

A sexta edição do Tremor arranca esta terça-feira com um espetáculo que junta o projeto de intervenção artística Ondamarela, a Escola de Música de Rabo de Peixe, músicos locais e a Associação de Surdos da Ilha de São Miguel (ASISM.

Rodrigo Furtado, músico e utente da ASISM, sublinha a importância do espetáculo.

“Eu acho que isto é muito importante para dar um exemplo, para a igualdade entre os surdos e os ouvintes. Nós não somos pessoas com deficiência, somos iguais aos outros. As pessoas pensam que não temos recursos, eles acham estranho mas depois vêem. Somos pessoas e temos os mesmos direitos. Nós podemos tocar e sentir a música”.

A inclusão vai marcar a abertura do Festival Tremor, o evento que transforma a ilha de São Miguel num grande palco e que é muito mais do que um festival de música.