Última hora

Última hora

Lixo chega às profundezas dos Oceanos

Lixo chega às profundezas dos Oceanos
Direitos de autor
ATLANTIC PRODUCTIONS FOR DISCOVERY CHANNEL
Tamanho do texto Aa Aa

A poluição chegou a um dos pontos mais profundos do planeta Terra, a Fossa das Marianas, no Oceano Pacífico.

O explorador norte-americano Victor Vescovo desceu quase 11 quilómetros abaixo do nível do mar e, nas profundezas, encontrou centenas de criaturas marinhas, mas, também, lixo.

Para o explorador, "não foi completamente surpreendente, embora tenha sido muito dececionante ver a contaminação humana do ponto mais profundo do oceano, porque quando cheguei ao fundo, parecia muito imaculado, quase como uma paisagem lunar e vi vida. Mas enquanto continuava pelo fundo, vi o que parecia ser uma ou duas partículas do que parecia ser matéria feita pelo homem. Não sei se eram de plástico ou metal, mas, definitivamente tinham bordas afiadas e uma delas tinha o que parecia ser uma letra, impressa. Então havia uma contaminação óbvia."

Mas nem tudo são más notícias. A equipa que acompanhou Vescovo fez várias descobertas. Foram encontradas quatro novas espécies de crustáceos, semelhantes a camarões, um caracol do mar cor-de-rosa e uma criatura a que chamaram verme de colher.

Este mergulho faz parte de uma expedição para mapear os pontos mais profundos dos oceanos.