Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Maior biodiversidade agrícola é essencial para o planeta

Maior biodiversidade agrícola é essencial para o planeta
Direitos de autor
REUTERS/Paulo Whitaker/Arquivo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma maior diversidade na exploração agrícola é essencial para a saúde humana e para o futuro do planeta: o alerta chega da Biodiversity Internacional, por ocasião do Dia Mundial da Biodiversidade.

A organização destaca que, apesar de existirem atualmente mais de 6000 espécies de plantas cultivadas para alimento, mais de metade da energia gasta pela população humana provém de apenas cinco culturas: arroz, trigo, mileto, sorgo e milho.

Responsável pela deflorestação em muitos pontos da Terra, a agricultura faz parte das atividades que alteram ecossistemas e, de acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), afeta seis em cada dez espécies ameaçadas no planeta.

O último relatório publicado no início do mês pela Plataforma Intergovernamental de Biodiversidade e Serviços dos Ecossistemas (IPBES) é categórico: um milhão espécies animais e vegetais encontram-se atualmente em perigo de extinção. Um declínio na Natureza "sem precedentes", que se acelera e que é em grande parte devido à ação humana.

O impacto humano, através da agricultura, mas também da indústria mineira, da expansão urbana e da caça furtiva, são algumas das preocupações da obra Biodiversidade de Angola. Um livro lançado por ocasião do Dia Mundial da Biodiversidade e que resulta de uma colaboração de cientistas angolanos e de congéneres de uma dezena de outros países.