Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Road to Minsk: contagem decrescente para os Jogos Europeus

Road to Minsk: contagem decrescente para os Jogos Europeus
Tamanho do texto Aa Aa

Em junho, a Bielorrússia recebe os Jogos Europeus de 2019. Serão mais de 4 mil atletas de 50 países. A euronews foi descobrir como a cidade de Minsk se prepara para os Jogos.

Existem mais de 20 modalidades desportivas diferentes no programa dos Jogos Europeus, incluindo o futebol de praia. E, curiosamente, a Bielorrússia é um dos cinco países mais fortes da Europa neste desporto. Um dos responsáveis pelo sucesso da equipa é o espanhol Nicolas Caporale, treinador da equipa nacional da Bielorrússia nos últimos anos.

_"Temos muitas expetativas em relação a estes jogos principalmente porque se trata de uma grande oportunidade. É uma oportunidade que acontece uma vez na vida. Foi feito um enorme trabalho na preparação do evento. O ambiente é fantástico, muito saudável, muito familiar e muito desportivo. Acho bem que todos possam participar".
_

Durante os preparativos para os Jogos Europeus, a cidade de Minsk organizou uma série de testes de competições internacionais, com público, juízes e até mesmo medalhas. Uma oportunidade para os representantes das associações verem as instalações desportivas e saberem se a Bielorrússia está pronta para receber os Jogos. A euronews falou com Tom Thingvold, da União Europeia de Ginástica.

"O que é sempre um desafio para nós é o transporte e as instalações porque estão totalmente fora do nosso controle. Quanto aos Jogos, e pelo que pude ver, penso que eles estão prontos para começar amanhã. Está tudo bem preparado. E desejo boa sorte à Bielorrússia".

Para além dos atletas, há muitos voluntários a preparar as próximas competições. Cerca de 8 mil estarão envolvidos nos Jogos Europeus. Vão dar apoio nas instalações desportivas, na cerimónia de abertura e, claro, vão estar em contato com as delegações estrangeiras e com os turistas.

As autoridades esperam que milhares de fãs assistam aos Jogos. Durante este período, os estrangeiros poderão entrar na Bielorrússia sem visto. Isso trará um impulso significativo para a atividade do setor turístico – um crescimento que pode atingir os 30%.