Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

A gestão das catástrofes e a resiliência dos territórios

A gestão das catástrofes e a resiliência dos territórios
Tamanho do texto Aa Aa

Em caso de desastre natural, os cidadãos de vários países europeus vão poder enviar informações úteis à Proteção Civil a partir da aplicação para smartphone I-React. A euronews falou com o coordenador do projeto Europeu I-React.

"É um projeto que visa melhorar a resiliência do território durante uma situação de emergência, utilizando cibertecnologias. É um projeto que depende do processamento de dados para ajudar a gerar serviços adicionais que possam ser úteis para as pessoas que se ocupam da gestão de emergências, mas também para os cidadãos. Todas as informações sobre a emergência são enviadas para o centro de controlo onde as informações são apresentadas num ecrã e alimentam uma ferramenta de suporte à tomada de decisão. Esse tipo de suporte baseia-se nas informações e sugestões enviadas ao gestor da emergência. As sugestões são elaboradas a partir das informações enviadas por smartphones de cidadãos e da análise das redes sociais. Deste modo, é possível obter imagens geolocalizadas das situações de emergência. O I-REACT não pretende substituir as soluções usadas pela Proteção Civil. O objetivo é integrar e fornecer um serviço adicional e complementar em relação ao que existe hoje", explicou Fabrizio Dominici, engenheiro de telecomunicações da Fundação Links e coordenador do projeto europeu I-React.