A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

A gestão das catástrofes e a resiliência dos territórios

A gestão das catástrofes e a resiliência dos territórios
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Em caso de desastre natural, os cidadãos de vários países europeus vão poder enviar informações úteis à Proteção Civil a partir da aplicação para smartphone I-React. A euronews falou com o coordenador do projeto Europeu I-React.

"É um projeto que visa melhorar a resiliência do território durante uma situação de emergência, utilizando cibertecnologias. É um projeto que depende do processamento de dados para ajudar a gerar serviços adicionais que possam ser úteis para as pessoas que se ocupam da gestão de emergências, mas também para os cidadãos. Todas as informações sobre a emergência são enviadas para o centro de controlo onde as informações são apresentadas num ecrã e alimentam uma ferramenta de suporte à tomada de decisão. Esse tipo de suporte baseia-se nas informações e sugestões enviadas ao gestor da emergência. As sugestões são elaboradas a partir das informações enviadas por smartphones de cidadãos e da análise das redes sociais. Deste modo, é possível obter imagens geolocalizadas das situações de emergência. O I-REACT não pretende substituir as soluções usadas pela Proteção Civil. O objetivo é integrar e fornecer um serviço adicional e complementar em relação ao que existe hoje", explicou Fabrizio Dominici, engenheiro de telecomunicações da Fundação Links e coordenador do projeto europeu I-React.