A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Walter Lübcke: polícia detém um suspeito

Walter Lübcke: polícia detém um suspeito
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Estão a aumentar as suspeitas de que a morte de Walter Lübcke está relacionada com a extrema-direita. Segundo a imprensa alemã, a polícicia terá detido um homem na cidade de Kassel. Os investigadores acreditam que o suspeito tem ligações a círculos extremistas de direita.

Lübcke foi encontrado morto em casa com um tiro na cabeça, no início do mês. Era membro da CDU e, em maio, tinha celebrado o décimo aniversário como chefe administrativo de Kassel. Tinha dois filhos e era casado. Ainda não é conhecido o motivo do assassinato mas a polícia nunca afastou a hipótese de uma motivação política.

Em 2015, em plena crise dos refugiados e numa altura em que as políticas de Angela Merkel foram alvo de duras críticas, Lübcke defendeu a chanceler alemã.

Na altura, o político declarou que “determinados valores precisavam de ser defendidos e que todo o alemão tinha liberdade para deixar o país se não concordasse com esses valores”.

Depois deste episódio recebeu várias ameaças de morte.