Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Walter Lübcke: polícia detém um suspeito

Walter Lübcke: polícia detém um suspeito
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Estão a aumentar as suspeitas de que a morte de Walter Lübcke está relacionada com a extrema-direita. Segundo a imprensa alemã, a polícicia terá detido um homem na cidade de Kassel. Os investigadores acreditam que o suspeito tem ligações a círculos extremistas de direita.

Lübcke foi encontrado morto em casa com um tiro na cabeça, no início do mês. Era membro da CDU e, em maio, tinha celebrado o décimo aniversário como chefe administrativo de Kassel. Tinha dois filhos e era casado. Ainda não é conhecido o motivo do assassinato mas a polícia nunca afastou a hipótese de uma motivação política.

Em 2015, em plena crise dos refugiados e numa altura em que as políticas de Angela Merkel foram alvo de duras críticas, Lübcke defendeu a chanceler alemã.

Na altura, o político declarou que “determinados valores precisavam de ser defendidos e que todo o alemão tinha liberdade para deixar o país se não concordasse com esses valores”.

Depois deste episódio recebeu várias ameaças de morte.