Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

As caras do novo governo de Atenas

As caras do novo governo de Atenas
Direitos de autor
REUTERS/Costas Baltas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O economista Christos Staikouras, antigo ministro-adjunto das finanças entre 2012 e 2015, é agora o rosto principal desta pasta.

Para o Ministério dos Negócios Estrangeiros foi nomeado Nicos Dendias, outro antigo ministro do anterior executivo conservador.

Já a pasta das Migrações fica nas mãos de Giorgos Koumoutsakos, de 57 anos.

Sophia Zacharaki, porta-voz do Nova Democracia, sublinha o otimismo do novo governo.

"Fizemos o nosso trabalho de casa no que toca às promessas básicas que fizemos ao povo grego. E houve poucas promessas, ao contrário das táticas eleitorais do passado. Vamos reduzir o imposto sobre propriedades e o imposto sobre as empresas. Calculámos toda a despesa e é claro que estamos a fazer o máximo para duplicar a taxa de crescimento."

A diferença entre o Nova Democracia para o Syriza acabou por não ser tão grande como se anunciava. Por isso, muitos analistas, como Giannis Konstantinidis, consideram que este resultado é mais um castigo ao Syriza do que um prémio para o Nova Democracia.

"O voto no Nova Democracia parece ter um caráter negativo, foi um voto contra o Syriza e não a favor do Nova Democracia. Creio que o Nova Democracia terá um período de estado de graça maior, algo que lhe é claramente favorável".

O novo Executivo grego tem 51 membros, sendo que apenas cinco são mulheres.

De acordo com os analistas, o povo grego recuperou alguma normalidade depois de ver o país sair dos programas de resgate. Agora, têm grandes expectativas em relação ao novo governo. Querem virar em definitivo a página da austeridade e ver finalmente uma mudança significativa nas vidas.