A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Huawei investe em Itália e despede nos EUA

Huawei investe em Itália e despede nos EUA
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Huawei vai investir mais de 2,7 mil milhões de euros em Itália nos próximos três anos. O presidente executivo da Huawei Itália, Thomas Miao, anunciou também que este investimento se vai traduzir na criação de mil postos de trabalho no país transalpino neste período.

Ao mesmo tempo que vai criar empregos em Itália, a gigante chinesa vai cortar 1000 postos de trabalho nos Estados Unidos. Uma intenção anunciada no mesmo dia em que a agência Reuters, citando uma fonte oficial norte-americana, diz que os EUA podem aprovar licenças para que as empresas possam recomeçar a vender produtos à Huawei no mínimo dentro de duas semanas.

O anúncio de despedimentos nos Estados Unidos surge na sequência de a Huawei ter sido colocada na lista negra do país.

A Reuters noticia que o governo norte-americano vai permitir apenas a venda de tecnologias que não ponham em risco a segurança nacional e que a Huawei vai permanecer sob vigilância.