A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

HSBC despede 4 mil trabalhadores

O HSBC tem sede em Londres
O HSBC tem sede em Londres -
Direitos de autor
REUTERS/Hannah McKay
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O centenário banco britânico HSBC prepara-se para despedir 4 mil trabalhadores.

A inaugurar esta leva de despedimentos, a saída do Diretor Geral. John Flint esteve apenas 18 meses no cargo e sai alegadamente por divergências estratégicas com o presidente da instuição.

A notícia foi recebida com surpresa, até porque acontece no dia em que o banco anuncia os resultados do primeiro semestre. Uma execução globalmente positiva: os lucros antes de impostos aumentaram 15,8% para mais de 11 mil milhões de euros e as receitas subiram 7,6% para cerca de 26,3 mil milhões de euros.

Menos de 700 milhões vão ser usados para pagar as indemnizações dos 4000 trabalhadores despedidos.