A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Downing Sreet minimiza cenários caóticos de um Brexit sem acordo

Downing Sreet minimiza cenários caóticos de um Brexit sem acordo
Direitos de autor
REUTERS/Toby Melville/File Photo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Downing St. minimiza os cenários caóticos de um Brexit sem acordo. Devido a uma fuga de informação, foram tornados públicos documentos que revelam previsões pouco animadoras depois da saída da União Europeia.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, diz que os documentos estão desatualizados e mantém a promessa de deixar o bloco a 31 de outubro. Esta fuga de informação acontece numa altura em que Johnson se prepara para um encontro com Angela Merkel e com Emmanuel Macron esta semana.

Deve tentar manter a posição sobre o Brexit aconteça o que acontecer. No entanto, os cenários caóticos presentes nestes documentos alimentam os críticos de uma saída sem-acordo.

Segundo o jornal "The Sunday Times", o dossier do próprio governo diz que o Reino Unido enfrentará uma escassez de combustíveis, alimentos e medicamentos; caos nos portos; problemas na fronteira com a Irlanda do Norte e maiores custos com a segurança social.

O documento mostra os preparativos do país para uma saída sem acordo, mesmo prevendo tensões e o aumento da desordem pública. O dossier prevê igualmente dificuldades e protestos relacionados com a fronteira irlandesa.

"Acho que algumas das preocupações no caso de Brexit sem acordo são exageradas. É certo que vão existir alguns percalços no caminho, alguns elementos que perturbam a estabilidade no caso de não-acordo, mas o documento que apareceu no "The Sunday Times" foi uma tentativa - que fizemos no passado - de prever o pior cenário possível, para que pudéssemos tomar medidas para o resolver."
Michael Gove
Ministro responsável pelo planeamento de um Brexit sem acordo

As opiniões dividem-se sobre este documento que se tornou público. Algumas falam de "alarmismo" outras dizem que o Reino Unido está à beira de uma "crise económica". Seja como for, as decisões terão de ser tomadas até ao dia 31 de outubro.