EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Um mergulho à procura do título mundial

Um mergulho à procura do título mundial
Direitos de autor 
De  Vincent Ménard
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A euronews acompanhou um dos últimos treinos do ex-campeão do mundo de mergulho livre Morgan Bourc'his, que vai tentar renovar o título este ano

PUBLICIDADE

Morgan Bourc'his é um dos favoritos no campeonato do mundo de mergulho livre, que decorre esta semana perto de Nice, no sul de França. Campeão do mundo em 2013, o mergulhador francês pretende este ano recuperar um título que lhe escapa há seis anos. A euronews acompanhou de perto uma das últimas sessões de treino de Bourc'his, ao largo de Marselha.

Vincent Ménard, euronews: "Morgan iniciou a descida em direção ao abismo há mais de três minutos. O objetivo do dia é chegar a 105 metros de profundidade, uma profundidade necessária para ser competitivo no dia D."

Objetivo cumprido, Morgan desceu a uma profundidade equivalente ao comprimento de um terreno de futebol e regressou à superfície, 3 minutos e 45 segundos mais tarde.

Morgan Bourc'his: "É como uma janela intemporal. Quando descemos, quando praticamos apneia, não temos necessariamente a noção do tempo. Mesmo se sabemos que ele passa, não dizemos como os que estão à superfície, que é longo. Estamos numa espécie de transe e, por isso, não vemos passar o tempo."

Consciente de que o mergulho em apneia é uma disciplina perigosa, o antigo professor de desporto tenta minimizar os riscos com um treino específico, tanto no mar como em terra. Exercícios de flexibilidade, relaxamento e respiração fazem parte do quotidiano.

Morgan Bourc'his: "O objetivo é conferir uma mobilidade muito maior à caixa toráxica, em relação à deformação que vai sofrer durante o mergulho, e também ter uma ventilação mais adaptada, mais económica. Mobilizar a caixa toráxica e fazer regularmente exercícios de respiração torna-nos muito mais maleáveis ao nível desta zona e capazes de armazenar muito mais ar e enfrentar a pressão sem choques."

Aos 41 anos, Morgan vai participar pela última vez no campeonato do mundo. A sua especialidade: o mergulho em peso constante sem barbatanas, prova favorita dos puristas, mas também a mais exigente.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Iffland e Heslop vencem na Suíça

Mergulho em apneia para o livro dos recordes do mundo

Quando os mergulhos correm mal...