A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Exposição conjunta de Picasso e Calder em Málaga

Exposição conjunta de Picasso e Calder em Málaga
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A relação de Picasso e de Calder com o vazio está exposta em Málaga. O Museu Picasso recebe a exposição do artista Pablo Picasso, com um convidado de honra: o escultor norte-americano Alexander Calder.

São mais de 100 obras de arte - pinturas e esculturas - numa exposição dedicada a explorar as ligações criativas de dois génios da modernidade... Como a exploração do vazio ou do espaço - que ambos abordaram à sua maneira.

"Aqui encontramos um Picasso que não é habitual, porque escolhemos obras nas quais o artista, nalguns momentos, aborda aquilo que chamamos de abstração e começa a brincar com a geometria, como as crianças... Quando as deixamos começam a brincar com formas geométricas... E é esse Picasso que Alexander Calder potencia, de certa forma", explica José Lebrero, diretor do Museu Picasso em Málaga.

Picasso e Alexander Calder conheceram-se em 1931, em Paris e encontraram-se apenas mais três vezes ao longo da vida. Apesar da distância partilhavam as mesmas preocupações estéticas e até políticas.

Esta exposição também já esteve em Paris e foi vista por mais de 400 mil pessoas. Está agora aberta ao público, no Museu Picasso de Málaga até 2 de fevereiro de 2020.