Última hora

Preguiças em risco na Costa Rica

Preguiças em risco na Costa Rica
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A ação do homem está a por em perigo as populações de preguiças na América.

O crescente número de pessoas na América Central e do Sul tem roubado habitat a estes mamíferos e o ar simpático com que os animais se deslocam é ao mesmo tempo motivo de atração e uma ameaça.

Na Costa Rica, um abrigo acolhe vários espécimes que chegam feridos cada vez mais devido a interferência humana. As histórias multiplicam-se e Leslie Howle, cofundadora do "Toucan Rescue Ranch" conhece-as tão bem quanto as preguiças que alberga. É o caso de uma cria que "foi puxada com força pelas pernas por pessoas que queriam separá-la da mãe e levá-la como animal de estimação. Partiram-lhe os músculos da anca. Sofreu muito, de tal forma que não se conseguia mover", conta.

Aos poucos, voluntários vão educando as preguiças a reproduzir pequenos gestos que seriam normais na natureza. Um percurso em que uma boa companhia é muito importante.

"Aqui são desparasitados e reabilitados até estarem melhor de saúde. Depois, são colocados num grupo com mais jovens, para que se familiarizem com outros espécimes que vão ser libertados, e para que não estejam sozinhos", explica a veterinária residente Ana María Rosales.

No final, o objetivo é sempre o mesmo, devolver as preguiças à casa de onde nunca deveriam ter saído, a floresta.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.