Última hora

O adeus a Mario Draghi

O adeus a Mario Draghi
Direitos de autor
REUTERS/Francois Lenoir/File Photo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Como definir o período de Mario Draghi à frente do Banco Central Europeu numa só frase?

"...O BCE fará tudo ao seu alcance para preservar o euro e, acreditem, será suficiente", esta promessa feita por Draghi no verão de 2012, durante uma conferência em Londres em 2012, poucos meses depois de ter assumido a presidência do BCE.

E foi esta promessa que marcou a passagem de Mario Draghi pelo Banco Central Europeu.

Em plena crise da dívida soberana na zona euro, Draghi afastou os receios do colapso da moeda única e mudou a via seguida pela instituição.

Poucas semanas após o anúncio, o BCE iniciou um programa de compra de títulos alargando assim o arsenal de instrumentos financeiros do regulador.

Nem todos concordaram com os métodos seguidos. Os críticos apontaram que as políticas de Draghi iam além do mandato do BCE.

Decorridos alguns anos, é difícil negar a importância da promessa feita por Draghi em 2012.

Super Mario, como ficou conhecido em Itália, manteve a sua promessa .

Homem de poucas palavras, todos os meses, antes da decisão do BCE, a cor da sua gravata era alvo de intensa especulação nas redes sociais.

Jornalistas e analistas viam a cor da gravata como um indicador económico.

Tudo sugere que o próprio Mario Draghi estaria ao corrente desta prática.

Foi no mesmo discurso em 2012 que Dragui descreveu o euro como "uma abelha, um mistério da natureza, porque não deveria voar, mas voa".

A presidência do BCE é assumida por Christine Lagarde a partir do dia 1 de novembro.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.