Última hora

O último Conselho de Governadores de Draghi

O último Conselho de Governadores de Draghi
Direitos de autor
ΑΠΕ-ΜΠΕ - ARMANDO BABANI
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Esta quinta-feira, decorreu a última reunião do Conselho de Governadores do Banco Central Europeu presidida por Mário Draghi. O fim de um mandato que começou, em 2011, ainda com a crise a ditar as regras para os mercados financeiros, e termina com estabilidade. Prova disso, o diagnóstico do momento atual na zona euro: Desafiante, mas sustentável.

"Este abrandamento no crescimento reflecte sobretudo o enfraquecimento crescente do comércio internacional num ambiente de incertezas globais persistentes, que continua a pesar na indústria da zona euro e a amortecer o investimento," afirmou Mario Draghi.

Sem cortes ou novas medidas a anunciar, o maior incómodo do ainda presidente do BCE foram as perguntas sobre o futuro. A sorrir, brincou com o assunto."Sobre o que vou fazer a seguir, como disse antes, perguntem à minha mulher. Penso que ela sabe melhor", disse.

Mário Draghi tomou posse há 8 anos. Sucedeu a Jean-Claude Trichet e passa agora a pasta a ex-diretora do FMI Christine Lagarde.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.