Última hora

Ganhou a "Roménia moderna"

Ganhou a "Roménia moderna"
Direitos de autor
Inquam Photos/Octav Ganea via REUTERS
Tamanho do texto Aa Aa

Klaus Iohannis renova o mandato como presidente da Roménia. Uma vitória expressiva contra a antiga primeira-ministra Viorica Dancila que representa também uma vitória dos conservadores europeistas, contra os social-democratas que perderam o mandato de governo em outubro passado.

"A Roménia ganhou! A Roménia moderna; a Roménia europeia. A Roménia normal ganhou. Os romenos foram heróis nestas eleições. Votaram de forma muito expressiva e esse é o maior ganho: o facto dos romenos terem ido votar" - palavras de Iohannis no discurso de vitória.

O Partido Social-Democrata, a braços com várias acusações de corrupção, tem o pior resultado de sempre em eleições presidenciais. Klaus Iohannis teve mais de 60 por cento dos votos, com um discurso que passa por Bruxelas.

Para o eurodeputado do Partido Nacional Liberal, Siegfried Muresan, "o presidente reeleito da Roménia fez campanha prometendo aos romenos que queria o respeito pela lei, queria que as normas europeias entrassem em vigor em matérias como a educação, saúde, infraestruturas, administração pública, justiça e combate à corrupção. O povo votou de forma esmagadora e respondeu: sim, queremos a forma europeia, queremos o caminho europeu para o nosso país."

Para os analistas, a campanha eleitoral na Roménia foi mais do que um confronto entre os partidos da esquerda e da direita, mas sim entre a forma antiga de governar e as promessas de um futuro pró-europeu do presidente Klaus Iohannis.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.