EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Estónia pede desculpas à Finlândia

Estónia pede desculpas à Finlândia
Direitos de autor Copyright 2019 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Copyright 2019 The Associated Press. All rights reserved
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Estónia pediu desculpas à Finlândia, depois de o seu ministro do Interior ter ridicularizado a primeira-ministra do país. Mart Helme disse que "provocava arrepios" que "uma vendedora" chegasse a chefe de Governo.

PUBLICIDADE

A Estónia pediu desculpas à Finlândia, depois de o seu ministro do Interior ter ridicularizado a primeira-ministra do país. Mart Helme disse que "provocava arrepios" que "uma vendedora" chegasse a chefe de Governo.

"Essa frase específica sobre a primeira-ministra finlandesa, que vocês interpretaram como humilhante, eu, na verdade, interpretei como elogiosa, como o reconhecimento de que alguém pode ascender de uma posição social baixa para o topo da política", explicou Helme, que é também o líder do partido de extrema-direita Ekre.

O primeiro-ministro da Estónia, Jüri Ratas, negou ter pedido a Mart Helme que se demitira. "Certamente que não posso dizer que o comentário na rádio - e eu apenas li (o que se escreveu) foi um reconhecimento. Mas o Mart explicou-o hoje e disse que foi um mal-entendido e pediu desculpas. Por isso, podemos pôr uma pedra sobre este assunto", sublinhou.

A primeira-ministra da Finlândia, Sanna Marin, cresceu no seio de uma família desfavorecida e trabalhou como caixa antes de entrar para a universidade e empreender uma carreira política.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Suécia e Finlândia mais próximas de uma ligação ferroviária

Rússia pode rever águas territoriais no Báltico

Finlândia atribui fuga no gasoduto BalticConnector a ato de sabotagem