Última hora
This content is not available in your region

“Dia histórico” para Carles Puigdemont que entra no Parlamento Europeu

“Dia histórico” para Carles Puigdemont que entra no Parlamento Europeu
Direitos de autor
ap direct
Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes independentistas catalães, Carles Puigdemont e Toni Comín, conseguiram a acreditação como eurodeputados eleitos e entraram na sede do Parlamento Europeu, em Bruxelas. Uma acreditação temporária que se tornará final, depois de uma série de procedimentos.

A próxima sessão plenária está prevista para 16 de janeiro. E entre os procedimentos a cumprir está a demissão enquanto deputado no parlamento catalão.

O Tribunal de Justiça da União Europeia anulou uma sentença do Tribunal Geral que impedia os líderes independentistas de assumir o mandato para o qual foram eleitos em maio e de figurar na lista oficial de eurodeputados.

Poucas horas depois da anulação, David Sassoli, abriu as portas do Parlamento Europeu aos líderes independentistas catalães.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.