Última hora
This content is not available in your region

Pedro Sánchez chumba na primeira votação para ser primeiro-ministro

euronews_icons_loading
Pedro Sánchez chumba na primeira votação para ser primeiro-ministro
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

O socialista Pedro Sánchez perdeu a primeira de duas oportunidades para ser investido pelo parlamento como o novo primeiro-ministro de Espanha. O ainda chefe de governo interino não conseguiu os apoios necessários, apesar de se terem registado 166 votos a favor, 165 contra e 18 abstenções. Os socialistas em coligação com o Unidas Podemos de Pablo Iglesias precisavam de obter uma maioria absoluta, 176 votos.

Na terça-feira haverá nova votação, tudo indica que Sánchez e Iglesias recebam luz verde, já que vão precisar apenas de maioria simples para assumirem os destinos de Espanha.

No entanto, dependem da abstenção de algumas forças políticas, em especial dos separatistas da Catalunha, apoio que teve um preço, o de abrir conversações com o governo regional catalão sobre o futuro da região autónoma que tem aspirações independentistas.

Um compromisso criticado pela oposição de direita.