Última hora
This content is not available in your region

Mulher de Carlos Ghosn alvo de mandado de captura

FILE - This March, 2019, file photo shows former Nissan Chairman Carlos Ghosn, right, and his wife Carole in Tokyo.
FILE - This March, 2019, file photo shows former Nissan Chairman Carlos Ghosn, right, and his wife Carole in Tokyo.   -  
Direitos de autor
Kyodo News - ïüînê^å·
Tamanho do texto Aa Aa

Agora é Carole Ghosn, mulher de Carlos Ghosn, ex-presidente da Renault-Nissan, a ser procurada pela justiça japonesa. As autoridades emitiram um mandado de captura.

Carole, que também já não está no país, é acusada de perjúrio. Os procuradores acreditam que a mulher do executivo caído em desgraça mentiu a um tribunal de Tóquio no ano passado sobre a transferência de dinheiro entre empresas, ordenada pelo marido e que terá lesado a Nissan.

Terá também faltado à verdade sobre se conhecia pessoas e se sobre reuniões com elas.

As alegações não estão ligadas à fuga do marido para Beirute. Os dois estão naquele país do Médio Oriente, apesar da justiça nipónica ter proibido contactos.

Carlos Ghosn, acusado de irregularidades e abuso de confiança na gestão da Nissan, fugiu do Japão no dia 29.

Tóquio não tem acordo de extradição com o Líbano.

O franco-brasileiro deverá dar uma conferência de imprensa esta quarta-feira. Ghosn alega inocência e diz que as acusações foram forjadas pela Nissan, as autoridades japonesas e outros que querem evitar uma fusão total entre a Nissan e a Renault.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.