Última hora
This content is not available in your region

Cidade chinesa de Sanya aposta no turismo de natureza

euronews_icons_loading
Cidade chinesa de Sanya aposta no turismo de natureza
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

A cidade de Sanya, na ilha chinesa de Hainan, atrai facilmente turistas devido à beleza das suas montanhas, florestas e zonas costeiras. Um património natural que a cidade chinesa quer proteger graças através da aposta no turismo de natureza e no desenvolvimento sustentável das zonas urbanas. A euronews visitou as montanhas da Baía de Yalong, um sítio ideal para estar em harmonia com a natureza. As florestas tropicais da ilha de Hainan albergam várias espécies de árvores, plantas, mamíferos e aves.

euronews

Hotelaria tira partido da beleza natural da ilha

O setor hoteleiro tem vindo a tirar partido da beleza natural da ilha meridional chinesa. "O nosso resort está localizado em pleno Parque Florestal do Paraíso Tropical da Baía de Yalong. Esforçámo-nos por respeitar o meio ambiente, desde a fase da construção ao uso atual do edifício. Esperamos que os visitantes possam estar próximos da natureza e longe do ruído da cidade", disse à euronews Jundan Huang, um dos gestores do Yalong Bay Earthly Paradise Earth Birds Nest Resort.

"Implementámos muitas medidas de proteção ambiental, nomeadamente, uma bomba de calor para aquecer a água, energia solar e um sistema de reciclagem de águas pluviais e esgotos. Incentivamos os hóspedes a proteger o meio ambiente e a não usar materiais que não sejam biodegradáveis", acrescentou o responsável.

No início de 2020, um novo projeto de turismo de natureza deverá abrir as portas no Parque Florestal da Baía de Yalong. A nova unidade hoteleira inclui uma horta para cultivar frutas e legumes biológicos.

euronews

Desenvolvimento urbano sustentável

Saynia tem vindo a apostar numa abordagem mais sustentável do ponto de vista do desenvolvimento urbano. O município planeia substituir todos os autocarros da cidade por viaturas elétricas daqui a 2 anos. Atualmente, há seiscentos autocarros elétricos em circulação.A redução do lixo, o aumento da reciclagem são outras das apostas da cidade.

A criação de uma Zona Húmida riberinha protegida nas margens do rio Sanya é outra das apostas da cidade chinesa no capítulo do ambiente. "O belo ambiente natural de Sanya é a base do desenvolvimento da cidade. A zona húmida que estamos a construir é uma das nossas medidas de proteção da natureza mais importantes. Sanya participa num projeto piloto nacional de 'desperdício zero' e precisamos da ajuda do público. Por exemplo, ao nível da redução do lixo e da reciclagem dos resíduos, o que requer o contributo de todos os cidadãos e turistas", sublinhou Xin Yang, diretora geral adjunta, do Departamento de Ecologia e Meio Ambiente do Município de Sanya.

euronews

Limpeza de praias e sensibilização da população

A cidade organiza ações para sensibilizar a população, em particular as crianças, para a necessidade de proteger a natureza. Regularmente, grupos de voluntários limpam as praias. A areia é peneirada para retirar as beatas e os pedaços de lixo plástico. "Trabalhamos frequentemente com empresas de turismo local em Sanya para realizar algumas atividades, como plantar árvores e proteger a vida marinha. Além disso, há hotéis e centros turísticos que exibem cartazes sobre a proteção da vida marinha. Queremos proteger a nossa bela Sanya graças a todos estes esforços ", disse à euronews Jixiang Zhou, responsável da Associação de Conservação do Oceano Blue Ribbon.